logo

23 E 24 DE NOVEMBRO
1 FESTIVAL · 2 DIAS · 14 SALAS
MAIS DE 50 CONCERTOS
AV LIBERDADE · LISBOA

Bilheteira

Image
U.S. Girls

Meghan Remy começou a fazer música no início dos anos 2000, emprestando o seu talento a algumas bandas de Chicago e Portland. E só mais tarde é que começava uma aventura a solo, gravando os seus primeiros embriões musicais com um gravador 4 pistas e um microfone. Quando o talento é mais do que evidente, os meios ajustam-se às coisas que o artista tem para dizer – e foi isso que aconteceu no início de U.S. Girls. Esta primeira fase criativa resultou em dois discos: “Introducing” e “Go Grey”, editados em 2008 e 2010, e ambos lançados pela editora Siltbreeze. Os discos “U.S. Girls On Kraak” e “GEM” foram os passos seguintes, registos que chamaram a atenção de mais gente e que marcaram uma mudança no som de U.S. Girls, com a crescente utilização de samples. Mas as coisas só ficaram mais sérias a partir da assinatura com a editora 4AD e com o lançamento dos discos “Half Free” e “'In a Poem Unlimited” - este último já na calha para ser um dos melhores discos de 2018. A música de U.S. Girls oferece-nos uma pop que tem tanto de estranha como de irresistível, que tanto nos faz dançar como pensar - e também há política nas canções de Meghan. Temas como “Mad As Hell” não enganam - estamos diante de uma artista que vai marcar o cenário indie dos próximos anos.

NAMING SPONSOR
PATROCÍNIOS
MEDIA PARTNERS
PARCEIROS
PROMOTOR